A importância dos dados na gestão de crise

01 jul 2018

Nenhuma empresa está livre de passar por crises e turbilhões, especialmente em tempos de redes sociais. Por isso, é  preciso estar muito atento a pensar a prevenção não apenas para fora, mas também para dentro.

Uma das primeiras iniciativas é a empresa decidir focar na gestão, ou seja, no processo completo desde a identificação e classificação dos riscos, ao invés de apenas no gerenciamento,  que já são as medidas colocadas em prática quando a crise foi deflagrada. Focando na gestão, uma visão de longo prazo é construída.

Mas, o mapeamento de risco não é o fim do trabalho. Para estar bem preparado, é preciso ter uma articulação muito forte entre as áreas da sua empresa que possuem dados estratégicos e a equipe de comunicação.  São essas áreas que irão fornecer os insumos para subsidiar o seu  Plano de resposta, prevenção e ação.

Um exemplo? Você trabalha em uma unidade fabril e para saber que produtos são mais problemáticos e trazem mais riscos à reputação da marca precisará dos relatórios do SAC, da área de controle de qualidade, auditorias internas, dentre tantos outros.

O que quero dizer é que os chamados dados estruturados, ou seja, que já passaram por um refino e processamento são fundamentais para seu trabalho de gestão de crises. Claro que também há os dados não estruturados, os que chegam diariamente pelas menções nas redes sociais e que também precisam ser analisados e categorizados. O ideal é integrar as diversas fontes de dados e investir em um trabalho de processamento que ajudará a dar respostas em um tempo mais rápido do que se não houvesse esse nível de organização da informação.

Então, se você é  da comunicação, saia da sua baixa e vá se relacionar com as outras áreas, pois elas tem insumos preciosos e serão parceiras nesse trabalho de construção de uma cultura preventiva.

 

Texto: Isabela Pimentel 
*Jornalista, Historiadora e  Especialista em Comunicação Integrada
Imagem: Divulgação   

Deixe um comentário

01/07/2018 Isabela Pimentel

Vamos juntos?