Como fazer jornalismo na era das fake news?

01 mar 2020

Em meio às diversas informações que circulam diariamente na Internet, como apurar e checar? Decerto, a checagem de dados, um princípio fundamental do jornalismo, é muitas vezes negligenciada diante da pressa de publicação ou da pressão dos editores.

Como resultado da minha experiência de mais de três anos investigando a natureza e a concepção de notícias falsas posso dizer que é melhor apurar a informação do que depois ter que entrar no circuito de viralização de um boato quando ele já ganhou proporções nas redes sociais.

Além disso, para os jornalistas digitais, o trabalho de redigir a notícia torna-se apenas a ponta do iceberg de uma complexa cadeia.

Portanto, antes de publicar um dado ou até mesmo confiar em uma data publicação é preciso:

  1. Cruzar informações
  2. Apurar com mais de duas fontes
  3. Conversar com especialistas
  4. Verificar a credibilidade do canal que a publicou.

Checagem de informação

Além do cuidado com a apuração, que tanto mudou para os jornalistas, a era das fake News também trouxe novos papéis para os assessores de imprensa: eles precisam coordenar a relação entre seus clientes e a imprensa, mas também monitorar as mídias sociais de forma preventiva para saber se  existe alguma notícia negativa ou incorreta ou boato circulando. Assim, a assessoria deixou de mapear apenas a imprensa, mas também precisando estar atenta a blogs, perfis de redes sociais e tantos outros canais.

Desse modo, se você é jornalista e ainda não domina ferramenta de checagem de informação, saiba que as fake News estão também em áudios, fotos manipuladas e até mesmo em vídeos, os chamados deep fake.

Para sair na frente e se destacar no mercado digital, é preciso ter noções de:

  1. Funcionamento de algoritmos e bots;
  2. Ferramentas de monitoramento;
  3. Análise de sentimento;
  4. Cascatas da informação.

Além disso, há estratégias de contra boato e a importância de fazer um bom trabalho de SAC  digital.

Jornalismo na era das fake news

Se você não quer ser surpreendido ao ver um comentário negativo ou o nome da sua empresa envolvido em um boato ou fake News,  eu criei um curso inteiramente baseado nos meus estudos e pesquisas sobre monitoramento e checagem de dados, criei um curso inédito: Como fazer jornalismo na era das fake News. Garanta sua vaga no curso.

Também baixe o nosso CHECKLIST GRATUITO – SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA PARA LIDAR COM BOATOS E FAKE NEWS?

Você receberá um checklist completo por e-mail, para que sua empresa tenha todas as dicas de como se preparar para lidar com boatos e fake news nas redes sociais.

Faça download aqui 

Texto: Isabela Pimentel 
*Jornalista, Historiadora e  Especialista em Comunicação Integrada
Imagem: Divulgação

 

Deixe um comentário

01/03/2020 Isabela Pimentel

Contato