Jornalismo de dados e o desafio da era digital

21 mar 2016

Vivemos na era das declarações, apesar da abundância de informações e fatos ocorrendo a nosso redor e sendo divulgados nas redes sociais. Nunca foi tão fácil acompanhar uma transmissão ao vivo na internet, mas, por outro lado, nunca fomos tão carentes na capacidade de confrontar uma história com a outra e questionar. É aí que entra em cena o jornalismo de dados, no qual as novas tecnologias da informação são utilizadas para o monitoramento de informações estratégica e análise. Na era do conteúdo gerado pelos próprios usuários (User Generated Content) as empresas que se destacam são as que sabem utilizar filtros de conteúdo para acompanhar o que vem sendo dito sobre seus produtos e serviços.

É papel do novo jornalista multimídia olhar os dados brutos e transformá-los em informações úteis e relevantes para o público, baseado nos critérios de noticiabilidade. O chamado “dataviz” e o jornalismo com visualização de dados trazem mais transparência e aproxima o leitor da notícia.

Vale destacar que o uso dos dados vai muito além de uma análise numérica e descrita: trata-se da capacidade de contextualizar e deixar clara a forma como os mesmos foram obtidos. Além do olhar atento do repórter, é necessário uma plataforma de análise que permita explorar os variados tipos de dados.

Tendo este rico material em mãos, seremos capazes de escrever novas narrativas, mais envolventes e interessantes do ponto de vista do leitor.

 

Texto: Isabela Pimentel

Deixe um comentário

21/03/2016 Isabela Pimentel

Vamos juntos?