Planejamento: como você começou seu 2018?

02 jan 2018

De uns anos para cá, me tornei uma pessoa mais diurna. Passei a acordar mais cedo e iniciar os meus dias pelas práticas que considero as mais importantes: orar, meditar, fazer um exercício físico e agradecer. Tudo isso exige muito planejamento!

Fui percebendo que a forma como começo meus dias tem um grande impacto no tom e nas cores que ele acabará tendo. Quando acordo tendo dormido bem, elencado o que de importante me comprometi a fazer e concluir, tudo flui de forma muito mais simples.

Acredito no poder do hábito e que somos responsáveis por dar cores à tela de nossa vida. Aliás, pintura é uma outra prática que, ao lado da escrita, retomei fortemente em 2017.Se você dormir pouco e criar um ciclo vicioso de viver atrasado, correndo para não perder o ônibus e iniciar seu dia entre sobressaltos, qual será sua qualidade de vida e nível de energia para tirar seus sonhos do papel?

Tempo não é ‘coisa’ de gente organizada. É antes de tudo um compronisso e escolha que se faz para consigo mesmo. Percebo que quanto mais me organizo, mais meu tempo se desdobra e consigo construir coisas edificantes, que honram meu propósito maior.

Acordei hoje cedo, fiz meus exercícios e comecei essa abençoada segunda seguindo o objetivo e acordo que fiz comigo mesma : compartilhar textos, dicas e conhecimentos.

Como você acordou nesse primeiro dia de 2018?

Fazendo algo que te aproxima dos seus sonhos ou apenas levantando de forma mecânica?

Faça de 2018 um horizonte cheio de possibilidades.

 

Texto: Isabela Pimentel 
*Jornalista, Historiadora e  Especialista em Comunicação Integrada
Imagem: Divulgação   

Deixe um comentário

02/01/2018 Isabela Pimentel

Vamos juntos?