Métricas em comunicação: como trabalhar?

18 set 2020

Métricas em comunicação, para que isso? Me lembro como fosse ontem. Eu estava passando pelo corredor da empresa e fui chamada pelo presidente. Ele disse que tinha uma ideia incrível e precisava que eu criasse uma campanha inteiramente na solução mágica que ele queria oferecer ao público. Sugeri fazer uma pesquisa antes e análisar métricas, ele disse:  “pra que isso?”

Prevenida que sou, conversei  com o jurídico e a área de produção e descobri diversos indicadores de que o produto que o presidente que fosse imensamente divulgado em uma campanha logo logo iria começar a faltar nas prateleiras.

Agora eu pergunto uma coisa:  como eu pude saber que não seria uma boa ideia fazer uma campanha conforme ele tinha pedido?

Só pude fazer uma mapeamento de risco pois eu tinha dados.

Vantagens de usar dados

Desde então, redobrei os cuidados, pois a imagem e reputação da empresa são os maiores ativos e seria minha responsabilidade liberar uma campanha errada sem ter feito uma análise prévia.

Isso não acontece só em grandes empresas, mas também em agências.

Assim sendo, os clientes recebem relatórios sobre o desempenho de suas redes sociais com pouquíssimo dados, muitas vezes isoladas, sem nenhuma comparação interessante e que trará insights.

É preciso criar, antes mesmo dos indicadores de desempenho, uma cultura de métricas, pois  a maioria das empresas, fica no nível mais raso do trabalho com seus dados. Como é que se faz campanhas em redes sociais sem dados? Como saber onde investir?

Por isso, é ideal começar pequeno: escolha mensurar os dados nas redes sociais mais importantes dentro da sua estratégia atual de comunicação. Fixando uma rotina, é possível evoluir e chegar a um maior nível de maturidade nas métricas de comunicação.

Dessa forma, para começar a mudar essa triste realidade, as empresas precisam precisam começar a fomentar o que eu chamo de cultura de métricas!

Sim, é com um trabalho efetivo de métricas que poderemos definir indicadores de desempenho e ter relatórios estratégicos para a tomada de decisão.

Por isso, trago para você os principais benefícios de criação de uma cultura de métricas:

Reduzir o número de erros em campanhas;

Analisar dados confiáveis;

Tomar decisões mais assertivas;

Prevenir possíveis crises.

Leia mais sobre a importância do uso de dados para mensuração de resultados em comunicação digital aqui

Além disso, você também pode baixar o nosso material “Como ter uma cultura de métricas e melhorar o desempenho da sua marca nas redes sociais?”

Se você está cansado de ter que agir com base no achismo e quer tomar decisões mais assertivas para suas campanhas e planos de ação e comunicação, esse curso é para você.

Para te ajudar a estruturar as métricas iniciais e os indicadores chave de desempenho (KPIs) da sua empresa, criamos esse curso incrível.

Bora sair do achismo e criar planos de comunicação e campanhas baseadas em métricas e KPIs?

Garanta sua vaga em nosso curso sobre métricas em comunicação e KPIs na prática.

Texto: Isabela Pimentel 
*Jornalista, Historiadora e  Especialista em Comunicação Integrada
Imagem: Divulgação

 

18/09/2020 Isabela Pimentel

Contato